Programa de Educação Ambiental “Nas Trilhas do Intelecto”

A trilha ecológica tem sido uma das práticas de turismo mais procuradas por visitantes que visam aprender e conviver com a Educação Ambiental, buscando proporcionar aos participantes ferramentas que possam contribuir no processo de ensino e aprendizagem.

Diversos fatores aceleram a degradação dos recursos naturais e dos ecossistemas, impedindo o desenvolvimento sustentável e progressivo de diversos espaços de mata nativa nos centros urbanos.

A tentativa de promover a conservação e a construção de uma consciência ecológica coletiva sobre os problemas ambientais é uma possibilidade que pode contribuir para amenizar esse quadro, favorecendo a conservação dos recursos naturais.

O projeto “Nas Trilhas do Intelecto” propõe colaborar nessa reconstrução através da vivência nos espaços do Parque. O público-alvo serão os alunos, a partir, do 3º ano das séries iniciais do Ensino Fundamental, educadores e comunidade em geral.

O objetivo é aumentar a percepção para uma consciência coletiva ambiental, bem como, promover a formação de multiplicadores, criando um efetivo canal de comunicação entre a população e a Prefeitura Municipal de Itabira. Para isto, a principal ferramenta utilizada será a vivência através das trilhas ecológicas.

Panorama Atual                                                                                                   

Conhecido como Parque Natural Municipal do Intelecto, área esta que abrange 35,13 hectares, com uma reserva considerada remanescente de Mata Atlântica. Nele se encontra o Orquidário Municipal, local que abriga a orquídea Catteya Labiata Warneri Semialba Itabirana, planta que se destaca pela rara beleza e por ser típica do município.

Há que ressaltar, que o Parque Natural Municipal  do Intelecto recebeu esse nome em homenagem a Raimundo Cesário da Costa, morador da chácara desde 1942.

O Projeto

Com o objetivo de realizar a integração entre o saber cientifíco e o popular, bem como o de estender a educação ambiental, foi elaborado um plano de desenvolvimento para as Trilhas existentes no Parque..

Primeiramente foi realizado um estudo “in loco” do trajeto a ser implementado na trilha, bem como, para visualizar as possibilidades de enriquecimento da visita guiada.

Através de pesquisas nos estudos já executados no Parque, identificou-se as espécies no trajeto definido no passo anterior e elaborou-se um pequeno guia para facilitar a explicação dos monitores, proporcionando uma autonomia para os mesmos.

Foram separados alguns pontos da trilha denominados de “Estação do conhecimento”, para se desenvolver algumas atividades com os participantes. Essas atividades têm o objetivo de conscientizar sobre os temas voltados para a educação ambiental, cujo foco é a conservação do ambiente com atitudes que favoreçam o cuidado com os espaços que ocupamos.

Dessa forma, durante o percurso na trilha e passagem nas “Estações”, os visitantes têm contato com a natureza, compactuando com atitudes educativas capazes de estimular o interesse pela proteção do meio em que vivemos, cuja ideia principal é se apropriarem como responsáveis por um ambiente limpo, saudável e seus benefícios. Ao final da caminhada os participantes assistem ao espetáculo teatral “Se o assunto é lixo, vire bicho”.

As visitas poderão ser agendadas na Secretaria Municipal de Meio Ambiente, de segunda a sexta-feira, através do telefone 3839-2715, para grupos de até 35 pessoas.

Comments are closed